• Administração da ACOMPAR sai definitivamente das mãos da Igreja e uma equipe de funcionárias, com o apoio das famílias beneficiárias e algumas lideranças, assume a administração.
  • Inicio do Orçamento Participativo – OP, em Porto Alegre, e a ACOMPAR entra neste processo com muita força.
  • ACOMPAR faz as devidas alterações no Estatuto e no Regimento Interno, e em assembleia geral, elege uma nova diretoria composta pelos pais associados.
  • Conquista do primeiro convênio com a Secretaria Municipal de Educação – SMED, para atendimento de 60 crianças em Educação Infantil.